sexta-feira, 24 de julho de 2015

CRECHE ALECRIM, BRASÍLIA - O RETORNO


                              Em janeiro de 2015, estivemos na Creche Alecrim, em Brasília e mostramos AQUI. Na ocasião presenteamos as crianças com as bonecas e bichinhos feitos com carinho pelas Bonequeiras de todo o Brasil.


                                           Retornamos em maio, dessa vez com uma proposta diferente: enriquecer o acervo disponível para o uso das crianças na própria creche. 

                                          Todo esse material foi recebido  pela equipe de voluntárias que trabalham no local.

                                           Mais uma vez a entrega foi organizada pela Bonequeira Riace Garcia que, como sempre contou com a preciosa ajuda do marido, que já consideramos bonequeiro também. <3

                                       As mais de 100 peças foram cuidadosamente organizadas para que pudessem ficar protegidas e de fácil acesso no cotidiano.

                                      Vamos mostrar um pouco dessa ação nas fotos :

  • A instituição e as crianças






  • Um pouco de tudo : jogos, livros de tecido , aventais e outros materiais para contar  histórias, tapetes de brincar, roupas, material escolar.   





  • Móbiles de origami para alegrar o ambiente

  • Tapete de brincar :

  • Caixa com jogos






  • Cupcakes gigantes para guardar as bonecas





               Nem é necessário dizer que a felicidade foi imensa !





           
                       Obrigada Bonequeiras que capricharam nos presentes e um agradecimento mais que especial para a Bonequeira Riace e seu marido, bonequeiro de coração


                   Bonequeiras sem fronteiras - Bonecas de pano, amor de verdade.


Marcia Cristina Tampellini

Um comentário:

  1. Por onde as Bonequeiras passam deixam um rastro de felicdade! Isso é muito gratificante para todas nós, Bonequeiras (por opção do coração), pois as maiores beneficiarias somos nós mesmas, pois cada vez que dividimos amor, esse amor multiplica em nossas vidas!
    Riace Garcia.

    ResponderExcluir